Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dias de Outono

E os outros também

Dias de Outono

À SIC! Líder de audiências

07.04.22 | Maria Soares

 

Bom Sucesso | Novela das 7 | Gshow | Rede Globo

António Fagundes (um dos grandes senhores da cultura brasileira)

 

Já atrás mencionei que o volume de novelas que V. Exªas enfiam pela goela abaixo dos portugueses (só as vê quem quer, dirão) é digna do tempo da "outra senhora!" Tempo em que se afirmava que o vinho, em sopas de cavalo cansado, bebido pelas crianças ao pequeno-almoço e consumido com fartura pelos pais, às refeições e fora delas, fazia milagres. 
Por falar em milagres, rezar sistematicamente e com fervor à virgem (Nossa Senhora de Fátima) livrava-nos da guerra. E, todo o bom chefe de família, deveria ser impreterivelmente do Benfica!
Estamos, pois, muito mais desenvolvidos; mais cultos e dominados, décadas depois, pela mesma ou maior ignorância que grassava nesses dias e a mais parece não se almejar. 
Poderiam as ditas novelas, olear os neurónios adormecidos de grande parte da população;  serem veículo de desenvolvimento da sua cultura geral e um manual de boas maneiras para a sociedade em geral. Mas, não! Muito pouco se espreme dali e quase nada se aproveita e o que parece sobressair, resumem-nos a 15 minutos de emissão.
Eu esclareço: não é só a má qualidade dos textos, como a exaustão a que nos conduz a gritaria desenfreada e o fraco desempenho generalizado dos actores da novela "Amor, Amor - 2ª temporada". Quando ficarem-se pela 1ª teria sido uma bênção!
É a assunção que todos os portugueses consumidores da estação mais assinalável da televisão nacional (SIC) são palermas e mais não merecem que uma porcaria daquelas!
É... entre novelas, a quantidade de publicidade que lhes é servida, ser absolutamente intolerável e muito mais durável que o próprio tempo da novela. 
Como e ainda... ser-vos agora a novela "Por Ti" o vosso "ai, jesus!"
O que nos remete para um acelerar a fundo nos capítulos de "A Serra". Que descontextualiza, para que  a vê, a história toda. E arrasa completamente a única (não fosse ela brasileira) que ainda vale a pena seguir "Bom Sucesso", onde se adquire alguma cultura e que nos tem sido apresentada, assim:
Repetindo sistematicamente cinco a seis minutos do episódio anterior, visto e revisto, de dia para dia, em cada início do episódio; depois o genérico, resumindo-se a parte não vista da história a 10/15 minutos! 
Porque o resto, é publicidade e a coisa mais linda da televisão portuguesa: "Casados à Primeira Vista". 
Um programa fatela, que não dá em nada
(porque aquela gente apenas goza à nossa conta em luas-de-mel e outras despesas que todos pagamos) e nunca acaba em relações que se aproveitem.
Um exemplo não só de mau gosto em escolha de programação! Como para qualquer geração que apreenda naquilo uma forma de ser, estar e de encarar a vida. 
Bravo, meus senhores! Continuai que estais no bom caminho, já que os tais "palermas" (que não merecem mais) vos continuam a dar audiências. 
Eu... não!