Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dias de Outono

E os outros também

Dias de Outono

A mulher de Lou Reed

09.04.22 | Maria Soares | comentar
    “You know, for every dollar a man makes a woman makes 63 cents. Now, fifty years ago that was 62 cents. So, with that kind of luck, it’ll be the year 3,888 before we make a buck.” Laurie Anderson   Laurie Anderson (...)

CURIOSIDADES SOBRE LIVROS E DOS SEUS FAZEDORES

27.12.21 | Maria Soares | comentar
  Artigo originalmente publicado em 25.04.16   “Bibliosmia” -  é o nome dado ao prazer que as pessoas sentem ao cheirar livros antigos.A frase mais longa impressa num livro - Está na obra “Os Miseráveis”, de Victor Hugo, com 823 palavras Franz Kafka não (...)

O Natal, por Autores Portugueses - Miguel Torga

20.12.21 | Maria Soares | comentar
  "UM CONTO DE NATAL"   "De sacola e bordão, o velho Garrinchas fazia os possíveis para se aproximar da terra. A necessidade levara-o longe de mais. Pedir é um triste ofício, e pedir em Lourosa, pior. Ninguém dá nada. Tenha paciência, Deus o favoreça, hoje não (...)

Mulheres Grandes da Literatura

28.10.21 | Maria Soares | comentar
     Artigo publicado originalmente em 01.04.19   Cuja vida, deu origem a filme   "As irmãs Brönte" (Charlotte, Emily e Anne)    "Uma vida, dois Destinos" (Out of Africa) ( sobre a dinamarquesa Karen Christenze Dinesen)   "Henry & June" (Anaïs Nin)   "O (...)

Uma questão de perspectiva

05.10.21 | Maria Soares | comentar
    Continuo a receber emails com a mensagem habitual de que se encontra a decorrer uma nova Antologia em que gostariam de contar com a minha colaboração. Chiado, Lugar da Palavra (já para o Natal), Vieira da Silva e outras.  Perdi a conta em quantas Antologias (...)

Um dia...

27.08.21 | Maria Soares | ver comentários (2)
Na minha pequenez e forma simples de expressar-me escrevi um romance sobre jornalismo (a coragem e desapego à própria vida em nome de algo maior) e o Afeganistão.      "Este livro foi escrito no ano de 2009/2010 face aos acontecimentos que se desenrolavam na altura. Será, sem conhecimento profundo do meio jornalístico, uma humilde homenagem a cada homem e mulher que abraça esta profissão e por vezes, deslocados em teatros de guerra, são feitos reféns, feridos ou perdem a vida em nome da paixão de reportar os acontecimentos e de fazer chegar a notícia ao resto do mundo que de outro modo, nunca se obteria. (...)

O Absinto - A Fada Verde

22.05.21 | Maria Soares | comentar
          O Absinto é uma bebida de história com passado romântico. Foi consumida e divulgada por grandes artistas do século XIX e XX como Paul Verlaine, Van Gogh, Henri de Toulouse-Lautrec, Monet, Gauguin, Degas, Rimbaud, Oscar Wilde e Ernest Hemingway, que (...)